Rede TVTEC | http://tvtecjundiai.com.br

Um dia para mudar a história da Comunicação em Jundiaí

Publicada em 09/08/2017 às 17:00

por Pedro Fávaro Jr.

Um dia de lançamento, inovação, ebulição de ideias e calor humano. Um dia para marcar a história da comunicação na cidade de Jundiaí. A Rede de TVTEC, lançada nesta quarta-feira, 9 de agosto, é a primeira escola de qualificação em tecnologias digitais e produção audiovisual pública, municipal, em parceria com o Centro Paula Souza. Redireciona a vocação da televisão educativa da cidade de Jundiaí que completou 21 anos e, portanto, ao atingir a maioridade plena precisa assumir a sua identidade de serviço público, voltado ao bem da coletividade, com custo zero e otimização em todos os ambientes de sua atuação.

Estudantes ocuparam o Complexo Argos em data histórica

Ebulição de ideias porque poucos foram aqueles e aquelas que, presentes ao evento, uma festa multi, trans e crossmedia, não se perguntaram ou conversaram sobre o papel da Comunicação, das mídias eletrônicas pós-modernas e das redes sociais nesses nossos dias do século 21. E, finalmente, de calor humano: porque teve circo, palhaços, pipoca, música, dança e cachorro quente porque a mudança merece ser celebrada.

O jornalista, ambientalista e ativista cultural José Arnaldo de Oliveira chegou viu o movimento na Avenida Dr. Cavalcanti e entrou na área pública da antiga Fiação e Tecelagem Argos com sua bicicleta para dar uma espiada. Encostou a bicicleta e ficou por um bom tempo. Ao saber que era o lançamento da Rede TVTEC e ser informado da decisão em se seguir um novo modelo de comunicação, em busca de fazer das tecnologias digitais e redes sociais ferramentas de redução da vulnerabilidade e exclusão social, Arnaldo se interessou.

– Bom saber dessa busca em dar a uma instituição pública o seu verdadeiro e único papel que é o de servir os cidadãos e cidadãs. Isso me deixa muito feliz – comentou. Segundo ele, a Rede TVTEC vai encontrar um ambiente rico e produtivo, capaz de gerar oportunidades extraordinárias inclusive de trabalho.

Encontros: Edu Cerioni, Fábio Pescarini e o professor Orestes Romano

CAMINHO DA EDUCAÇÃO

Ao lado de José Arnaldo estava o professor e pedagogo Orestes Romano, com muitos anos de atividade no Serviço Nacional da Indústria (Senai). Romano foi também um dos criadores do Centro de Formação Social e Política da Igreja católica em Jundiaí, no final da década de 1990. “Vejo a iniciativa como possibilidade de ganho, como oportunidade de melhorar a qualidade de vida, especialmente para a juventude. Sou formador, fui por muitos anos coordenador pedagógico e acredito na educação como meio transformador e capacitador, meio de se caminhar para a excelência humana”, afirmou o professor.

– Quando as tecnologias e redes sociais são usadas no serviço público para criar oportunidades, tendo a educação como via, certamente atingirão o objetivo –, disse Romano.

Lembrou-se do Projeto Sinal Amarelo da Prefeitura de Jundiaí. Do caso de um jovem menor de idade infrator, grafiteiro, que reorientado naquela instituição transformou-se em um qualificado pintor, designer de capacetes de motoqueiros. “Uso o exemplo porque ouvi que aqui vai haver um curso de grafite cinematográfico. Tenho certeza de que esse foco, na via da educação, tem tudo para dar certo”, argumentou o pedagogo.

LEIA TAMBÉM:
TVTEC é lançada com foco na qualificação e geração de emprego

O historiador e diretor do Museu Histórico e Cultural de Jundiaí, Paulo Vicentini, concorda com o professor Romano. Vicentini destacou a importância das novas tecnologias e da produção audiovisual na preservação da memória das comunidades. E também na decisão da Rede TVTEC em encarar o usuário de seus serviços como protagonista e não como espectador. “O agente público, como a Rede TVTEC deve estar sempre consciente disso”, ponderou Vicentini.

Para Ana Paula Moraes, jornalista e comunicadora com experiência em mudança de paradigmas que trabalhou com o governador do Paraná Jaime Lerner, arquiteto e urbanista, o conceito adotado pela nova emissora acerta em cheio. “Não existe espaço para usar recursos públicos em produção de programas. A vocação para educação se aperfeiçoa quando se pensa e se oferecei, gratuitamente, para a comunidade, formação em tecnologias digitais e produção audiovisual”, avalia Ana.

VEJA TODAS AS FOTOS DO LANÇAMENTO DA TVTEC

Para o blogueiro Edu Cerioni, criador do Jundiaqui o acontecimento é importante e deve, de fato, marcar um tempo de mudança nas relações entre a comunidade e os serviços públicos, a partir da decisão de usar as mídias e redes sociais como ferramentas de aproximação. “As coisas sempre tendem, no meu ponto de vista, à evolução”, disse Cerioni. Mas lembrou que é preciso resgatar os modelos de sucesso do passado. “A Argos, no lugar onde funciona a TVTEC, sempre foi avançada para seu tempo: ofereceu aos seus trabalhadores educação, saúde e moradia. Hoje abriga uma novidade que vai se espalhar para o Brasil e se transformar em modelo, rapidamente. Quem sabe não se transforme num Campus, no futuro? Show de bola! Jundiaí merece!”, disse Cerioni animado.




Link original: https://tvtecjundiai.com.br/2017/08/09/um-dia-para-mudar-a-historia-da-comunicacao-em-jundiai/