Rede TVTEC | http://tvtecjundiai.com.br

Cidades: Encontro de prevenção ao suicídio terá Fernando Fernandes

Publicada em 18/08/2017 às 16:24

Por Pedro Fávaro Jr.

Comprometida com o Setembro Amarelo, a partir de inciativa do prefeito Luiz Fernando Machado, a superintendente da Fundação TVE (FTVE) de Jundiaí, jornalista Mônica Gropelo, deu continuidade aos preparativos do 2º Encontro de Valorização da Vida – Suicídio: Epidemia Calada que será realizado no Teatro Polytheama, no dia 31 de agosto. O evento será promovido pela Prefeitura do Município de Jundiaí, com o engajamento de todas as suas plataformas e unidades e terá o apoio do Centro de Valorização da Vida (CVV) e da Assessoria de Políticas para Diversidade Sexual. Em reunião realizada na manhã desta sexta-feira, 19, Mônica afirmou tratar-se da de mais um passo importante para que esse trabalho se expanda e alcance outras áreas de interesse da comunidade. “O objetivo principal é o de salvar vidas de pessoas que talvez não estejam sendo escutadas nesse momento”, disse. Segundo ela, a partir desse ano o assunto ganhou uma nova dimensão junto à administração pública, fortalecendo ações de valorização da vida.

O médico psiquiatra Fernando Fernandes será o palestrante principal. O psicólogo e mestre em Psicologia Clínica, Alexandre Moreno Sandri, apresentará a Cartilha de Prevenção ao Suicídio. Em seguida, serão feitos relatos do coordenador regional do CVV, Sérgio Antônio Batista sobre as situações enfrentadas; da professora Clara Magalhães, do Centro Paula Souza, sobre a vulnerabilidade de internos da Fundação Casa; e da coordenadora de Políticas de Diversidade Sexual do Estado de São Paulo, Heloísa Alves, sobre o desamparo vivido pelo grupo LGBTS.

Outro objetivo apontado pelos organizadores é o de motivar a realização do Setembro Amarelo, instituído pela Organização Mundial da Saúde e que tem seu ponto alto no dia 10 de setembro, Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. “Nós devemos ter para esse dia, na cidade, a atuação de uma força tarefa que vai distribuir o lacinho amarelo, símbolo daqueles que lutam contra o suicídio, entendendo que ela não está restrito a adictos ou a uma classe específica de pessoas”, comentou a psiquiatra Maria Cristina De Steffano, autora do livro “Suicídio: epidemia calada”, que empresta o nome ao evento. Em 2012, seu filho Felipe, à época com 34 anos, se suicidou. A publicação reúne informações do diário dos últimos três anos de vida dele.

Para ela, as pessoas precisam treinar a escuta, numa sociedade que prefere discutir o que ouve antes de escutar. Profissional da área de saúde mental há 20 anos, acredita que os “Dês” podem servir como indicadores da tendência ao suicídio e, quando notados, podem oferecer um caminho para a prevenção. “Isso mesmo, os sete ‘dês’ de Desespero, Desesperança, Desamparo, Desânimo, Dependência (química) Depressão e Delírio (que beira a psicose)”, explica.

A psiquiatra alerta que a desqualificação desses estados, pela dificuldade de escutar, pode ser um catalizador da crise. “É preciso escutar mais, melhor”, comenta. Ela vai dar seu testemunho no Polytheama. Voluntária do CVV, ela acredita na necessidade conscientizar e mobilizar a sociedade cada vez mais para combater e prevenir essa epidemia silenciosa.

Serviço: 2º Encontro de Valorização da Vida – Suicídio: Epidemia Calada
Local: Teatro Polytheama, Rua Barão de Jundiaí, 176, Jundiaí – São Paulo
Horário: 18h30, cadastramento; 19h – início das palestras.
CVV – Centro de Valorização da Vida (Jundiaí)
Endereço: Avenida dos Ferroviários, 2222 Telefone: (11) 4521-4141
Horário: das 13 às 22 horas




Link original: https://tvtecjundiai.com.br/2017/08/18/cidades-encontro-de-prevencao-ao-suicidio-tera-medico-psiquiatra-fernando-fernandes/