TVTEC Blog | http://tvtecjundiai.com.br/tvtecblog

TVTEC Blog com Pedro Fávaro Jr.
11
fevereiro 2019

Fabbio Perez, voz de Jundiaí que é padrão nacional

Leia mais DestaqueEntrevistaNotícias

Uma das vantagens da profissão de jornalista é a de encontrar, ainda que esporadicamente, pessoas que marcaram sua história de algum modo. Nesta segunda-feira carrancuda de chuva (11), pude conversar longamente e entrevistar Fabbio Perez, um dos primeiros locutores do Repórter Esso, na década de 1960, em entrevista dada por ele ao colega Rafael Santos, na Rádio TEC, primeira rádio web pública de Jundiaí, antecipando o Dia Mundial do Rádio (13).

Fabbio, radialista, jornalista e publicitário, um dos maiores nomes do Jornalismo brasileiro, tendo comandado a área na Rede Globo por muitas décadas – Jornal Nacional, Fantástico e outros programas da mesma envergadura.  Ele acompanhou a transformação das mídias desde o tempo em que o editor de um telejornal só tinha a certeza plena da cena quando o filme era exibido. Ele me contou que a transformação “desde o início da carreira dele foi brutal, não só no rádio como na televisão”.

Na televisão, Fabbio garante que as transformações foram mais visíveis. “Quando comecei na TV Tupi, em 1960, o filme era branco e preto negativo. Tudo era montado a mão, na base da gilete, e ele só se convertia em positivo durante a exibição. Depois veio o film colorido, outra revolução, e mesmo processo de edição. Depois vieram os videotapes…As primeiras novelas eram gravadas em um videotape de grande largura, difícil de transportar…”

E Fabbio contou muitas histórias e lembrou de fatos marcantes, com o registro de que a transformação no rádio também foi brutal. “Os microfones, a captação do som, a edição sonora tudo isso deixou de ser físico e passou a ser digital, o que significou um grande ganho”.

Em paralelo, perguntei a ele sobre as fake news e lembrei que na década de 1970 havia público para elas, as notícias falsas, que consumia com entusiasmo o jornal Notícias Populares. Fabbio acredita que o bom jornalismo se pauta pela credibilidade. “A profissão de jornalista não vai morrer por causa das fake news. O jornalista e o veículo de Comunicação busca credibilidade. As pessoas com o tempo vão aprendendo a procurar fontes confiáveis e as fake news vão diminuir”.

Sobre o avanço das redes multimídias e o pioneirismo da Rede TVTEC em oferecer aulas de tecnologias digitais e produção audiovisual, Fabbio acha uma “boa ideia”. “É importante desenvolver esse lado prático. Atuar nessa área exige muito menos aulas teóricas do que a prática, o exercício da profissão. Isso leva ao desenvolvimento, ninguém se torna profissional nessa área sem o exercício, sem pegar no pesado, como se diz”, comentou.

Ouça a íntegra da entrevista dada à RádioTEC

 



Quem já participou (4)

  • Marilena Vicente Franco disse:

    Muito orgulho ter na família essa joia rara de ser humano e
    de profissional ! Te Amo tio !
    DEUS TE ABENÇOE em todos os dias de sua vida !
    Parabéns a todos da TV TEC

  • Silmara Sueli Tomim Gomes disse:

    Delícia e motivo de muita felicidade ouvir a voz desse que fez e continua fazendo parte da história das rádios e TVs de nosso País. Muito orgulho poder prestigiar essa homenagem feita aos radialistas através desse meu eterno ídolo e mestre Fabbio Perez. Parabéns à TVTEC pela iniciativa através de seus profissionais de grande gabarito principalmente à Mônica Gropello. Parabéns!!!

Deixe seu comentário preenchendo os campos abaixo

Os comentários são moderados, e mensagens ofensivas serão removidas.

Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório. Seu endereço de e-mail não será publicado.



Link original: https://tvtecjundiai.com.br/tvtecblog/2019/02/11/fabio-perez-voz-de-jundiai-que-virou-padrao/