TVTEC News | http://tvtecjundiai.com.br/news

TVTEC News

Surfista jundiaiense vai para o Guiness com onda recorde

Publicada em 29/04/2018 às 10:12

Pedro Fávaro Jr.

O surfista Rodrigo Augusto do Espírito Santo – o Rodrigo Koxa – nascido em Jundiaí e residente no Guarujá pegou a maior onda de 2017 e 2018, até agora, no mar de Nazaré, em Leiria, Portugal.  O recorde foi confirmado pela Liga Mundial de Surf (WSL) e a notícia havia sido antecipada aqui, no site da TVTEC, no dia 9 de janeiro deste ano.

O tamanho da onda foi calculado em 24,38 metros de altura, 61 centímetros a mais do que o anterior máximo, de 23,77 metros, também na Nazaré, e que estava na posse de Garrett McNamara, de acordo com a WSL. A Liga informa que o registo de Koxa passa a integrar o livro dos recordes do Guinness, substituindo o anterior, que remontava a 1 de novembro de 2011.

A big swell, a grande onda, foi surfada por ele no dia  8 de novembro de 2017. Em janeiro, na expectativa do último sábado de abril, quando a liga dá por encerrada a competição, Rodrigo falou com o TVTEC News. Agora, Rodrigo é o vencedor do XXL2018 e carrega o novo recorde, o de ter surfado na maior onda mundial da história até hoje. “Tudo isso vai virar livro e já estou trabalhando nele”, adiantou então para a Rede TVTEC.

TVTEC ANTECIPOU O RECORDE

Reportagem de 9 de janeiro de 2018

Pedro Fávaro Jr.

Big Surf, swell, mar grande, WSL … Nesse rumo vão muitas outras expressões que para os mortais comuns como eu, só ganham significado quando bem explicadas. Claro, ver um jovem de 38 anos, deslizando a partir do topo de uma onda de mais de 30 metros de altura, na Praia de Nazaré, em Portugal, é um discurso que fala a qualquer coração (sensível) considerando que todos nós buscamos realizar sonhos e vencer o impossível.

Parece simples, parece fácil e dá até vontade de pegar a onda com ele. Ainda mais sabendo que o atleta é da terrinha, nascido em Jundiaí e que cresceu e mora no Guarujá. Mas, calma! Isso é só para profissionais treinados. Capazes de, como Rodrigo Augusto do Espírito Santo – o Rodrigo Koxa – superarem traumas e, depois de dois anos de um acidente forte, enxergar os medos pequenininhos lá embaixinho da onda gigante.

Faz nove anos que Rodrigo participa do WSL XXL Big Waves Awards, a disputa para saber quem pegou a maior onda, na temporada de ondas gigantes sempre dada por terminada em 21 de março, marco final do inverno no Hemisfério Norte. Para participar, todo ano você precisa primeiro subir e navegar numa dessas muralhas de milhões de metros cúbicos de água salgada. E antes treinar, treinar e treinar… Depois no último sábado de abril, na Califórnia, é concedido o Oscar para aqueles que surfaram as cinco maiores ondas do ano.

“A natureza pode fazer prodígios e surgir outra onda grande, mas até agora a onda que surfei é a maior”, conta Rodrigo. “Estou atento para qualquer outra que aparecer”, acrescenta.

Tudo com muita tranquilidade, mas Rodrigo recorda que de 2014 até a abertura da disputa na temporada 2017/18, as coisas não foram bem assim. Ele teve que se livrar do trauma e dos medos produzidos por um tombo, que na mesma Praia de Nazaré, quase o levou a desistir.

Desafiar grandes ondas, num mar grande tem um preço alto. Rodrigo foi cobrado. E decidiu vencer o trauma com coach, treinamento em programação Neurolinguística, terapia e retomada dos treinamentos. Focou em voltar e subir na maior onda da sua vida.

Seu trabalho e o respeito pelo mar fizeram com que recebesse de volta o que pediu: a grande onda, no dia 8 de novembro de 2017. “A história toda vai virar livro. Já estou trabalhando nele”, adianta para a Rede TVTEC.

Se nada mudar até terminar abril, ele está cotado a ter surfado a maior onda da temporada. A medida exata e oficial da onda sai no fim da disputa. Mas, na média, as elas atingem até 24 metros. Raras são as ondas como a que Rodrigo teve a paciência de esperar, a sagacidade de encontrar, combinadas à perícia e a fortuna de conquistar. Então, daqui, resta para todos nós torcermos forte para que ele surfe também na crista da premiação, na Califórnia, em abril.




Link original: https://tvtecjundiai.com.br/news/2018/04/29/surfista-jundiai-guiness-onda-recorde/