TVTEC News | http://tvtecjundiai.com.br/news

TVTEC News

Sistema Anhanguera-Bandeirantes espera 820 mil veículos no ‘feriadão’

Publicada em 19/06/2019 às 09:28

A CCR AutoBAn e Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) esperam a circulação de aproximadamente 820 mil veículos nas rodovias do Sistema Anhanguera-Bandeirantes neste feriado de Corpus Christi, entre saída e chegada à Capital, no período de quarta-feira (19) a domingo (23).

Foto da Rodovia Bandeirantes com duas placas indicativas de acesso

Movimento deve se aproximar de um milhão de veículos entre os dias 19 e 23 de junho

Horários de pico
Os horários de maior movimento no Sistema Anhanguera-Bandeirantes estão previstos para:

Quarta-feira (19/06) das 16 às 20 horas;
Quinta-feira (20/06) das 08 às 14 horas;
Domingo (23/06) das 14 às 22 horas.

Operação Caminhão

Na quinta-feira (20) – Dia de Corpus Christi – e no domingo (23), das 14 às 22 horas, os caminhões que se destinam à Capital pela Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) devem utilizar a Via Anhanguera (SP-330) no trecho do km 48 ao km 23, entre Jundiaí e São Paulo, acessando a rodovia pela Saída 48 da Bandeirantes. O desvio tem como objetivo melhorar a distribuição do tráfego. A concessionária prestará apoio à fiscalização feita pela Polícia Militar Rodoviária.

Moto no Corredor

Com o objetivo de oferecer orientações sobre o risco de trafegar com motocicletas no corredor em rodovias, CCR AutoBAn, ARTESP e Polícia Militar Rodoviária (PMRv) realizam nesta quarta-feira – dia de saída do feriado -, das 9 às 17 horas na praça de pedágio de Campo Limpo, no km 39 da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), campanha de orientação sobre o tema.

A ação busca conscientizar motociclistas sobre o risco deste tipo de prática, que é frequente entre os usuários de motocicletas.  Para o coordenador de tráfego da concessionária, João Moacir da Silva, ao conduzir motos nos corredores, os usuários se colocam em condição de risco, uma vez que é maior a probabilidade de a motocicleta trafegar em áreas de pontos cegos de caminhões e veículos de passeio.

“Se o motociclista sofrer uma queda, além dos ferimentos decorrentes dela – poderá ser atropelado por outros veículos. Por isso, sempre reforçamos a orientação do ver e ser visto, que no caso daqueles que utilizam motocicletas, é de fundamental importância”, esclarece.

Embora as motos representem apenas 2,5% do tráfego total de veículos no Sistema Anhanguera-Bandeirantes, em 2018, cerca de um terço das vítimas fatais envolveu motociclistas.


Link original: https://tvtecjundiai.com.br/news/2019/06/19/sistema-anhanguera-bandeirantes-espera-820-mil-veiculos-neste-feriadao/

Apoio