Notícias | https://tvtecjundiai.com.br/news

Notícias

Entenda o que deixa o álcool gel pegajoso e melequento

Publicada em 22/07/2020 às 08:57

Veja a explicação para mudança de textura

Você anda sentindo que o álcool em gel está um pouco mais pegajoso e melequento depois do surgimento da pandemia do Coronavírus?

No começo do surto mundial da doença, o higienizador de mãos acabou sendo produzido em larga escala para suprir o aumento da demanda mundialmente, mas um dos seus componentes básicos, o carbopol, ficou escasso, obrigando produtoras ao redor de todo o mundo a substituírem essa substância (o que deixou o álcool em gel mais grudento).

Desde abril, o produto está em falta mundialmente e logo o governo brasileiro autorizou as indústrias a substituírem os seus componentes para manter a efetividade do etanol. Sem o carbopol ou substitutos, o álcool evaporaria e não seria capaz de eliminar o Coronavírus, sendo ineficaz na proteção.

As substituições que foram encontradas para o carbopol são as que deixam a mão mais grudenta e criam uma ‘película’ que tem incomodado muita gente nas redes sociais. Por isso, se sua mão ficar um pouquinho grudenta depois de passar aquele álcool em gel que comprou no mercado, não se assuste: é normal e, em breve, o carbopol voltará à composição do higienizador de mãos.

(Fonte: Hypeness/Foto: Reprodução)

Leia mais CiênciasNotícias
Link original: https://tvtecjundiai.com.br/news/2020/07/22/entenda-o-que-deixa-o-alcool-gel-pegajoso-e-melequento/

Apoio