TVTEC News | http://tvtecjundiai.com.br/news

TVTEC News

Saúde: vídeos ajudarão a ‘construir seres humanos melhores’

Publicada em 24/11/2017 às 13:43

Por Pedro Fávaro Jr.

Elaine Gomes é jornalista, radialista e tem experiência de 27 anos no ramo, 20 com televisão. Agora é produtora da TVTEC e coordenou a produção da série “As cinco maneiras como as crianças aprendem”, que a TVTEC entrega nesta sexta-feira (24) ao Programa São Paulo pela Primeiríssima Infância. Uma série que, na opinião de Elaine, contribuirá para construir “seres humanos melhores”.

Elaine Gomes: produção emocionou por exigir sensibilidade e olhar atento, especialmente às necessidades das crianças

Começou sua carreira na rádio CBN, e “ama rádio de paixão, porque rádio nunca vai sair da vida das pessoas”.  Na televisão, trabalhou no jornalismo e no entretenimento. E também deu aula. Aqui, ela comenta como foi construir os cinco vídeos que a TVTEC e a Prefeitura entregam ao Primeiríssima Infância. (VEJA TAMBÉM OS VÍDEOS NA ÍNTEGRA)

TVTEC News – Como foi coordenar a produção dessa série?

Elaine – Na verdade trabalhar com Educação, Saúde, prestação de serviços foi na hora da gente gravar, sentir que tudo aquilo que o doutor Marcos (Marcos Davi, psicoterapeuta corporal e formador de profissionais para o desenvolvimento infantil) havia nos passado no roteiro, no texto, por meio do que já havíamos gravado, tudo aquilo estava ali, no estúdio…As coisas se juntavam…

TVTEC News – Tudo aquilo, o quê? As crianças que estava lá?

Elaine – (Risos)…Exato. Na verdade, estavam ali com elas as cinco maneiras de aprendizado na Primeiríssima Infância: explorando o mundo, imitando, repetindo, brincando e se relacionando… Na verdade, o tudo aquilo eram as crianças que estavam lá. Não por acaso. Tudo é tão visível que às vezes a gente não percebe. A gente precisa ter a sensibilidade para perceber essas cinco maneiras das crianças aprender.

TVTEC News – Essa sensibilidade foi o ponto mais importante da produção?

Elaine – Sem dúvida. A sensibilidade foi a chave. O ponto principal dessa produção foi o fato do grupo estar muito sensível para entender isso, para captar isso. Entender entre o que o doutor Marcos queria nos passar no roteiro que construiu e o que estávamos vendo das crianças. Foi muito emocionante. Foi de arrepiar ver, perceber o que aquelas crianças estavam nos passando. Estávamos ali fazendo a ponte entre a lógica, o estudo, o científico e o real. E o científico estava acontecendo na nossa frente de uma forma muito singela, sutil. Estávamos na junção disso tudo e a sensação é ótima.

TVTEC News – Foram momentos só com as crianças ou compartilhado também pelos pais e mães delas?

Elaine – Foram momentos compartilhados e deu para sentir a gratidão das mães, dos pais. Todos tinham a mesma curiosidade de compreender, de saber o que é o Primeiríssima Infância e o que ia acontecer. Gravar com as mães no lugar escolhido, uma chácara, foi bem legal. Mas me chamou a atenção visitar a casa de uma outra pessoa com um menino de oito anos e uma bebezinha.

TVTEC News – Como foi isso? O que de diferente você viu?

Elaine – Foi muito bacana. Por mais que você produza, sempre existem surpresas na hora da gravação. A percepção desse menino, o carinho dele pela irmãzinha bebê… Ele cuidando da menininha de um ano e meio. É muito emocionante. Você está ali, diante da história, diante da vida real. Precisar de um olhar melhor para perceber que a coisa funciona. Que existe verdade naquilo que você está fazendo. Naquilo que foi proposto a você.

TVTEC News – Quando você chega a essa percepção e conta a história direito, o que você acredita que aconteça?

Elaine – Eu creio que as pessoas começam a perceber o que está mais perto delas. Às vezes a gente não percebe as coisas simples que estão próximas, perto. Sensibilidade hoje, para um pai e uma mãe é o principal. Notar os olhinhos da criança, ver que ela quer o toque, o abraço, o carinho, ver como ela quer esse carinho… Quando ela tem isso, a criança se torna um adulto melhor. Eu acredito muito nisso. E se a gente conta a história direito, ajuda as pessoas a perceberem melhor essas coisas também. Eu não tenho filhos, mas tenho sobrinhos, amo meus sobrinhos, amo as pessoas, isso é uma coisa muito legal. Como eu disse, a chave é a sensibilidade. Primeiro, a do grupo do Primeiríssima Infância de perceber isso, de apostar que isso pode melhorar a vida das pessoas, que pode ajudar…

TVTEC News – Como você se sente fazendo um trabalho que pede tanta sensibilidade? Que pede tanta humanidade?

Elaine – É aí que eu me realizo. Na prestação de serviço. Não há nada mais humano do que prestar serviço ao outro. Isso exige que você esteja atento à outra pessoa, olhe para ela, esteja atento, atenta às necessidades dela, deseje ajuda-la e chega à ação. Eu, Hilário, Mariane e Luan, toda a equipe, a gente saia de cada gravação como se não houvesse tristeza na vida. Crianças são a coisa mais linda da vida e o projeto é maravilhoso. Agora, essa ferramenta está pronta. As pessoas podem acessar esses vídeos, passar isso para quem precisa. Uma das experiências interessantes foi no Hospital Universitário.

TVTEC News – Vocês conversaram com muita gente? Muitas mães?

Elaine – Falamos com mães a criança no útero, outras mães novinhas, de primeira viagem. Algumas muito simples. Mas em comum elas tinham o mesmo cuidado com a criança: o abraço, o toque, o lacinho na cabeça… Se dentro de casa as pessoas conseguirem um pouquinho de tempo para falar, tocar, imitar, se relacionar com a criança, usar essas cinco maneiras com elas, teremos no futuro seres humanos muito melhores. Eu tenho certeza disso.

VEJA TODOS OS VÍDEOS DA SÉRIE AQUI:


Leia mais DestaqueNotícias
Link original: https://tvtecjundiai.com.br/news/2017/11/24/saude-videos-ajudarao-a-construir-seres-humanos-melhores/

Apoio